Portal de Eventos da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), SCIENTEX-2019

Tamanho da fonte: 
ORGANIZAÇÃO E INCLUSÃO DOS CATADORES DE MATERIAL RECICLÁVEL E EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO MUNICÍPIO DE SÃO RAIMUNDO NONATO, PI.
cleonilton mendes nascimento

Última alteração: 2019-11-21

Resumo


O município de São Raimundo Nonato cuja vocação é o turismo em função da presença do Parque Nacional da Serra da Capivara, Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO, não realizava coleta seletiva de material reciclável de forma organizada. Considerando esta deficiência, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, acionada pelo Ministério Público, decidiu reunir seu Conselho para pensar na solução de conflitos relativos à coleta do material reciclável no aterro sanitário, realizada por particulares. Como a Univasf faz parte deste Conselho, entendeu que poderia desenvolver um projeto de extensão, em parceria com o município e a Secretaria Municipal de Educação, na tentativa de minimizar os conflitos e auxiliar na adoção de novas práticas. Tomaram-se assim ações efetivas e pontuais auxiliando no processo de conscientização e sensibilização quanto ao descarte do lixo na comunidade sanraimundense. O público estudantil foi contemplado com visitas regulares nas escolas selecionadas, participaram do desenvolvimento de campanhas educativas e receberam aulas de educação ambiental. Foram ministradas aulas de informática junto aos cooperados que receberam acompanhamento e estimulo ao empreendedorismo, auxiliando assim a gestão das suas atividades. Neste contexto, o projeto de extensão apresentou características de interdisciplinaridade, envolvendo educação, saúde, pesquisa e conexão entre as instituições públicas, cujo objetivo geral era promover a interação transformadora entre a universidade e outros setores da sociedade. Sentiu-se a necessidade de colaborar com a Prefeitura na organização dos catadores de material reciclável e com a preparação da comunidade, para receber esta nova modalidade de coleta de lixo – a coleta do material reciclável. Os resultados obtidos até o momento foram a criação e registro da cooperativa dos catadores de material reciclável já denominada de COOPERECO a implantação de coletores de pilhas e baterias na Univasf e pontos de PEV (pontos de entrega voluntária) na cidade. Foi estabelecido um acordo entre a universidade e cooperativa para o recolhimento de material reciclado produzido no âmbito do campus Serra da Capivara evitando o envio deste material para Petrolina e gerando recursos para a comunidade local. As parcerias estabelecidas entre instituições favoreceram as boas práticas de sustentabilidade, fornecendo aos catadores, meios de obter o seu sustento de maneira justa e organizada e a comunidade em contrapartida adequa-se a essas novas práticas e iniciativas
oriundas das necessidades atuais de conscientização e de sustentabilidade ambiental.