Portal de Eventos da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), SCIENTEX-2019

Tamanho da fonte: 
Ensinando e Aprendendo com 8º ano.
Wilkinson Luís Souza Amaral

Última alteração: 2019-11-19

Resumo


O presente trabalho apresenta atividades que foram desenvolvidas no âmbito do programa Residência Pedagógica no subprojeto de Ciências da Natureza em uma escola municipal na cidade de Senhor do Bonfim – BA. Na sua amplitude, as atividades têm por objetivo maior mostrar para o residente que a Residência Pedagógica é de suma importância, auxiliando na formação do docente, por fornecer um amplo contato com a realidade escolar, desde a parte administrativa (conhecendo o contexto histórico e seu funcionamento), a observação em sala de aula e regência da turma de Ciências. Esse detalhe que torna a experiência da residência pedagógica única, diferente, devido a atuação do residente no cotidiano escolar, aprender o funcionamento, como gerir uma sala de aula, ou seja, o principal objetivo da Residência Pedagógica é a melhoria da qualidade da formação inicial e uma melhor avaliação dos futuros professores, tendo acompanhamento pedagógico. A Ciências da Natureza é o campo da ciência que se dedica ao estudo da natureza e os elementos que a compõe. Sendo a prática educativa do ensino de científico, muitas vezes, realizada de forma abstrata e descontextualizada, notou-se uma grade dificuldade dos alunos do Ensino Fundamental II com relação à interpretação de situações envolvendo problemas do cotidiano e de entendimento dos “porquês” de como tais fenômenos acontecem. Uma das maneiras de tentar amenizar essa realidade escolar é a inserção de atividades práticas, dando ao aluno a oportunidade de compreender a teoria aplicada e de ser protagonista da aula. Do ponto de vista metodológico, as atividades foram aplicadas na turma do 8º ano A da Escola Municipal Luiz Viana, sendo apresentados conteúdos teóricos e práticos sobre energias renováveis e não-renováveis, Alimentação e Saúde, Sistema Digestório, o Corpo e Reprodução. Sobre Energias Renováveis e não-renováveis foram realizados trabalhos apresentados pelos alunos sobre o funcionamento das principais energias renováveis (Solar, Eólica, Hidrelétrica). Já sobre Alimentação e Saúde e Sistema Digestório os objetivos pedagógicos foram compreender a necessidade e importância da alimentação e conhecer o significado de digestão e sua importância para o corpo humano. Assim sendo, foram abordadas aulas práticas sobre; “Ação da Saliva”, “O movimento da Digestão”, “O Detergente da Digestão”, com um maior envolvimento dos alunos, despertando curiosidades e uma melhor fixação dos conteúdos abordados. Neste contexto, comparando a I Unidade com a II Unidade, ficou nítido um melhor rendimento dos alunos envolvidos em todos os aspectos. E independente das dificuldades encontradas, podemos realizar aulas cada vez mais dinâmicas, permitindo realmente que o aluno seja protagonista da sua aprendizagem e que faça efetivamente parte do meio, interagindo e aprendendo cada vez mais.



Palavras-chave


Aprendizagem; Ciência; Prática