Portal de Eventos da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), SCIENTEX-2019

Tamanho da fonte: 
O USO DE SOFTWARES E RECURSOS AUDIOVISUAIS NO ENSINO DE CIÊNCIAS
Alessandro Justo da Silva e Silva, José Carlos Reis Feitosa, Anderson Camatari Vilas Boas

Última alteração: 2019-11-22

Resumo


Considerando que vivemos no século da informação e comunicação, em que cada vez mais estamos imersos no mundo das tecnologias, fato é que nas escolas tem sido comum o conflito entre professores e alunos por conta do uso do aparelho celular, torna-se necessário se pensar em ações que tentem trazer para sala de aula tais recursos, de modo que possamos acompanhar a evolução pela qual nossa sociedade vem passando, objetiva-se facilitar a compreensão de conceitos científicos, dando significância ao processo de ensino-aprendizagem, por meio das tecnologias de informação e comunicação, para isso foram-se desenvolvidas sequências didáticas incluindo o uso de softwares e recursos audiovisuais de modo a atribuir significância ao processo de ensino.

Foram utilizados vários softwares e recursos audiovisuais durante cada uma das etapas de ensino, todos esses associados a cada um dos conteúdos vistos em cada etapa. Alguns exemplos dos recursos utilizados são:

Célula 3D – Logo depois de uma expositiva introdutória, sendo utilizado algumas animações em vídeo sobre o conteúdo foi projetado a tela do celular através do Datashow e foi então navegando pelo aplicativo foi possível realizar uma “viagem” pelo interior da célula demonstrando cada uma de suas estruturas, respondendo, em meio a esse processo, alguns questionamentos que iam surgindo dos alunos.

Laboratório virtual – Como a escola não dispõe de laboratório de informática, uma opção encontrada para demonstração de uma aula prática foi esse aplicativo, em que projetada a tela do celular foi possível realizar experimentações demonstrando algumas propriedades gerais e específicas da matéria. Logo após demonstração do ambiente e realizada algumas experimentações foi entregue um roteiro de aula prática e um questionário, que deveria ser respondido após navegação no aplicativo, que ainda traz um resumo sobre o conteúdo estudado.

Celestia – Logo após reprodução da música “mistérios” de Anna Vitória foi-se discutido alguns trechos da música que trazem algumas reflexões sobre o tema. Em seguida a aula foi finalizada com uma viagem pelo sistema solar através do software com auxílio da música “astronauta de mármore como som de fundo”, a viagem passava por cada um dos planetas do sistema solar evidenciando as características básicas dos mesmos.

Desse modo, como resultados dessa aplicação, observa-se que houve um grande engajamento dos alunos durante as aulas ministradas, onde muitas vezes eram levantados questionamentos pelos próprios alunos sobre determinados conceitos, levando-nos a discussões coletivas interessantes a respeito do que estava sendo estudado. Além disso, ao comparar as notas de cada trimestre, o índice de aprovações ao final de cada uma das etapas se manteram altas, o que permite concluir que as tecnologias de informações e comunicações são ferramentas bastante ricas para o processo de ensino-aprendizagem pois possibilitam que o ensino de Ciências ocorra de forma natural, onde o estudante possa perceber os conceitos e a própria ciências em meio ao seu cotidiano, atribuindo assim significância ao que é aprendido em sala de aula.

 


Palavras-chave


Ensino; ciências; tecnologias