Portal de Eventos da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), SCIENTEX-2019

Tamanho da fonte: 
GESTÃO E (DES) CONSTRUÇÃO DO PATRIMÔNIO ARQUEOLÓGICO EM CONTEXTO COMUNITÁRIO: UMA PROPOSTA PARA O MUNICIPIO DE SÃO BRÁZ DO PIAUÍ
LILIANARA COSTA ROCHA, LEANDRO ELIAS CANNAN MAGESTE, NIVIA PAULA ASSIS

Última alteração: 2019-11-07

Resumo


A presente pesquisa vem apresentar os resultados do trabalho realizado em São Braz do Piauí, onde propomos analisar os processos de construção do patrimônio arqueológico, pensando nos seus discursos legais e na visão comunitária. Através de trabalho de campo colaborativo e levantamento bibliográfico, verificamos como as ideias de identidade e memória se articulam em torno da construção do patrimônio arqueológico em perspectiva local, pensando na democratização de sua gestão. Essas reflexões permitiram construir um referencial teórico e estratégias de ação estejam de acordo com as expectativas da comunidade a respeito da preservação desses materiais. Em termos práticos, foram realizadas análises históricas sobre as políticas públicas voltadas para o patrimônio cultural em escala nacional e regional, entrevistas semiestruturadas com diferentes segmentos da comunidade e a realização de atividades de intervenção patrimonial em escolas públicas. Foi possível perceber as relações entre pessoas e objetos, de modo a ampliar o entendimento da ideia de cultura material e sua relevância nos processos de construção da memória social, ao mesmo tempo, constatamos a necessidade de uma legislação específica que considere a realidade local.


Palavras-chave


Arqueologia; Arqueologia Pública; Patrimônio