Portal de Eventos da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), SCIENTEX-2019

Tamanho da fonte: 
CONCEPÇÕES DE LICENCIANDOS EM CIÊNCIAS DA NATUREZA DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA DA UNIVASF SOBRE A INTERDISCIPLINARIDADE
Ana Flavia Santos De Souza, Thaíse Conceição Cordeiro, Gisele Lemos Shaw

Última alteração: 2019-11-14

Resumo


A interdisciplinaridade não é tão valorizada nem aplicada como deveria, isso entende-se tanto no âmbito das escolas de educação básica quanto nas universidades. Apesar disso, documentos oficiais tais como as Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica (DCNGEB) e as novas Diretrizes Curriculares Nacionais do Ensino Médio (DCNEM) preconizam um ensino que trabalhe os conteúdos disciplinares de maneira integrada, de modo que os professores inter-relacionem disciplinas. Considerando a potencialidade do Programa Institucional de Residência Pedagógica na formação de professores e da proposta do curso de licenciatura de Ciências da Natureza da UNIVASF do campus Senhor do Bonfim, que prevê uma formação acadêmica de natureza interdisciplinar, foram investigadas as concepções de licenciandos em Ciências da Natureza que são residentes pedagógicos. Os dez residentes participantes do estudo atuam em três escolas públicas de municípios da Bahia, sendo uma delas localizada no distrito de Poços, no município de Campo Formoso e as outras escolas no município de Senhor do Bonfim. Para a coleta de dados foram aplicados questionários abertos, para investigar as percepções desses participantes sobre interdisciplinaridade e pesquisa no ensino, para verificar se esses residentes têm experiência com essas temáticas e se o curso de licenciatura em Ciências da Natureza oferece formação nesses assuntos. Nesse trabalho são apresentados dados preliminares das percepções desses licenciandos sobre interdisciplinaridade, que irão nortear as intervenções formativas em todo decorrer do Programa de Residência Pedagógica. Verificamos que alguns dos residentes tiveram experiência com a temática, através da junção de outras disciplinas no decorrer da sua trajetória discente. Observamos que as concepções dos participantes sobre interdisciplinaridade não são simplistas, pois eles acreditam que a interdisciplinaridade é uma ferramenta para superar a fragmentação do saber, propiciando uma visão ampla dos conteúdos trabalhados em sala de aula. Muitos deles também já aplicaram atividades interdisciplinares e comprovam a sua efetividade. Logo, concluímos que eles já possuem uma base para a construção de uma sólida formação interdisciplinar. Uma vez que, o Programa de Residência Pedagógica favorece o desenvolvimento de práticas interdisciplinares no ensino de Ciências, que podem propiciar as ações formativas e de pesquisa no ensino.


Palavras-chave


Ensino de Ciências; Formação de Professores; Interdisciplinar.