Portal de Eventos da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), SCIENTEX-2019

Tamanho da fonte: 
Introdução à técnica fotográfica por meio de dispositivos móveis: Uma experiência no contexto da Residência Pedagógica
Inês Regina Barbosa de Argôlo, Daiane Marques, Mark Allen Dantas da Silva, Pedro Souza Amorim Júnior, Juciara da Silva Alencar, José Edmilson Dias de Sousa

Última alteração: 2019-11-08

Resumo


Essa proposta trata-se de um fragmento de uma experiência docente aplicada no ano de 2019 em duas turmas do 9º ano do Ensino Fundamental II, no Colégio da Polícia Militar (CPM), em Juazeiro - BA, compreendendo uma das ações de alguns integrantes do Núcleo de Artes Visuais do Projeto Residência Pedagógica da Univasf. Desde o surgimento do homo sapiens, o domínio de determinadas tecnologias e informações atua como mecanismo de poderio para os sujeitos que as detêm. Além disso, no século XXI, as tecnologias digitais estão tão presentes em nosso cotidiano que têm transformado as Artes e outros setores da vida humana. Levando em consideração que o perfil dos estudantes mudou com o intenso acesso às tecnologias, sobretudo com o uso constante de smartphones, o Arte/Educador não pode negligenciar o acesso a esse conhecimento. Desse modo, cabe a seguinte indagação de pesquisa: como promover um Ensino/Aprendizagem consistente a respeito da Arte da fotografia com o uso de dispositivos móveis no 9º ano do Ensino Fundamental II do CPM de Juazeiro da Bahia? Assim, essa experiência tem por meta possibilitar que os estudantes do CPM conheçam melhor a Arte da fotografia e as técnicas básicas para fotografar com smartphones. Metodologicamente, no que tange à abordagem, essa experiência trata-se de uma pesquisa qualitativa. No tocante aos procedimentos, foram usadas a pesquisa bibliográfica, documental e a organização do currículo por projeto de trabalho (HERNÁNDEZ; VENTURA, 1998). Segundo Hernández e Ventura (1998), o projeto de trabalho deve agregar pesquisa, experimentação artística e apresentação dos trabalhos à comunidade. O CPM fica no bairro do Horto Florestal, na cidade de Juazeiro da Bahia. Participaram desse projeto duas turmas do 9º ano, com quarenta estudantes em cada, totalizando oitenta alunos. As aulas foram divididas em três etapas: na primeira estudamos em sala a introdução à técnica fotográfica e sobre teoria da imagem, abrangendo os seguintes subtópicos: estudo de composição, cores, história da fotografia, fotografia contemporânea e aplicação do uso de câmeras profissionais em dispositivos móveis. Na segunda etapa, após as discussões teóricas sobre a fotografia, produzimos imagens com base nos debates feitos em sala de aula, discutindo conceitualmente a aplicação do fazer fotográfico no cotidiano. Por fim, na terceira etapa, realizamos uma exposição coletiva no CPM no turno vespertino, com os trabalhos feitos pelos estudantes. Pudemos observar a cada etapa transcorrida, a consistência dos debates e comentários dos estudantes que demonstravam a absorção dos conhecimentos, como também notável qualidade artística nas fotos produzidas. Assim, concluímos afirmando que os objetivos foram alcançados devido à grande adesão nas discussões e a maciça participação desses na exposição final, além de consistentes produções fotográficas desenvolvidas pelos estudantes.

 

Referências: HERNÁNDEZ, F; VENTURA, M. A organização do currículo por projetos de trabalho: o conhecimento é um caleidoscópio. Porto Alegre: Artmed, 1998.


Palavras-chave


Residência Pedagógica; Artes Visuais; Fotografia