Portal de Eventos da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), SCIENTEX-2019

Tamanho da fonte: 
Farmácia e sociedade: aproximação do ensino a comunidade no primeiro ano do curso de Farmácia - 2018.2
Ellivania Cruz Torres, Andresa de Sousa Rodrigues, Isla Rayane de Sousa Lopes, Natália Bruna de Souza Rezende, Deuzilane Muniz Nunes, Isabel Dielle Souza Lima Pio

Última alteração: 2019-11-10

Resumo


O projeto intitulado: “Farmácia e sociedade: aproximação do ensino a comunidade no primeiro ano do curso de Farmácia” atendeu alunos pertencentes ao primeiro e segundo período do curso de graduação em Farmácia da Universidade Federal do Vale do São Francisco. Deontologia farmacêutica foi uma das três disciplinas incluídas, na qual os graduandos obtiveram noções de ética da profissão farmacêutica, boas práticas de dispensação para farmácias e drogarias e legislações e regulamentos técnicos sobre dispensação de medicamentos. Os programas de monitoria em instituições de ensino superior representam uma estratégia de aprendizagem e obtenção de melhores resultados no desempenho dos discentes. A monitoria de Deontologia Farmacêutica fornece auxílio na compreensão dos princípios éticos e legislações que regem a profissão farmacêutica, principalmente por se tratar de conteúdos que podem se tornar complexos para alunos ingressantes no curso. O projeto objetivou promover a reflexão crítica nos discentes ingressantes a partir da aproximação com a comunidade. As atividades foram realizadas em horários previamente acordados entre os monitores e discentes, com carga horária de 12 horas semanais em salas localizadas no pavilhão de bloco de sala de aulas do Campus centro. Os encontros eram destinados a discussão de assuntos ministrados pela docente em aula e apoio na realização de trabalhos em equipe, através do acompanhamento das reuniões de cada grupo. Realizou-se a comparação do desempenho acadêmico dos alunos que frequentaram ou não as atividades de monitoria, através da Ficha de Atendimento Mensal da Monitoria para obtenção dos resultados. No período 2018.2, 32 alunos estavam matriculados e todos foram atendidos pela monitoria e aprovados.  Dos alunos que responderam o instrumento de avaliação da monitoria 100% (N=22), consideraram que é importante a monitoria na disciplina. Dentre as justificativas, os alunos informaram que a monitoria auxiliou na realização das atividades, esclarecimento de dúvidas e debate de conteúdo. A monitoria é um instrumento de troca de conhecimento que permite aos monitores um primeiro contato com a docência, estimula o aprimoramento de habilidades como organização e autonomia, permite maior integração entre os discentes e entre monitores e docentes, favorecendo maior fixação do conteúdo através do esclarecimento de dúvidas e da discussão dos conteúdos ministrados em sala. Apresenta-se dessa forma como importante ferramenta tanto para o monitor quanto para o aluno matriculado na disciplina.

 

 


Palavras-chave


Educação Superior; Educação em Farmácia; Legislação Farmacêutica.