Portal de Eventos da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), SCIENTEX-2019

Tamanho da fonte: 
Outros olhares sobre São Raimundo Nonato-PI: construção de narrativas colaborativas e multivocais sobre o patrimônio cultural local.
Alencar de Miranda Amaral, Leandro Oliveira dos Santos, Izabela Hernandez Cortez Lima, Alexandre Recaman Martins, Breno Reis Silva Lima, Rafael Pereira Magalhães, Davi Feitosa Ribeiro, Rosemary Aparecida Cardoso

Última alteração: 2019-11-18

Resumo


O presente projeto tem por objetivo engendrar reflexões sobre a formulação e valorização do cultural e da memória no município de São Raimundo Nonato – PI através de uma perspectiva multivocal. Deste modo, nosso interesse é oportunizar que novas leituras sobre o passado e o patrimônio local sejam construídas e divulgadas, dando visibilidade tanto as identidades locais, como a narrativas e saberes tradicionais que vem sendo historicamente negligenciados. Nesse movimento, estão sendo discutidas e promovidas diferentes ações visando um levantamento dos bens patrimoniais do município, a partir das memórias e dos anseios da comunidade local. Para isso estamos realizando levantamentos de dados etnográficos nos bairros próximos ao Campus Serra da Capivara, oficinas de fotografia, exposição de fotos e objetos selecionados por nossos interlocutores. Neste mister, coadunando com as diretrizes elencadas no âmbito da Arqueologia Pública, o presente trabalho almeja discutir e fomentar “novos olhares” sobre o passado e patrimônio cultural de São Raimundo Nonato. Deste modo, as narrativas que estão sendo construídas neste processo não necessariamente vinculam-se ao discurso oficial e a produção acadêmica sobre a importância do Parque Nacional Serra da Capivara. Mas sim buscam perceber e divulgar o que a comunidade, não acadêmica, identifica enquanto bens relevantes graças à sua ontológica e afetiva vinculação com a memória (individual e coletiva) e a vida das pessoas que hoje vivem no município. Nesse processo contamos com a colaboração dos moradores locais, que compartilham seu tempo, memórias e objetos; sendo necessário publicizar nossos agradecimentos a dona Vani e Sr Waldomiro, moradores do bairro Ingazeira, que além de contarem os “causos” sobre o bairro, auxiliaram na realização da oficina de fotografia, e cederam objetos pessoais para exposição; ao Sr. Junior, comerciante local que possui um amplo acervo de objetos “antigos” e vinculados a história do município, e que nos deu acesso e informações sobre os mesmos; e ao senhor João, do bairro Santo Antônio, que tem intermediado nossos contatos com os moradores mais antigos da comunidade. Assim, em decorrência deste trabalho colaborativo, e com os dados obtidos com o levantamento etnográfico, neste ano, foram realizadas, até o momento, duas exposições com os objetos escolhidos e cedidos por nossos colaboradores.  A primeira aconteceu no dia 16 de maio, na Praça do Relógio em São Raimundo Nonato durante a Semana dos Museus; a segunda exposição ocorreu no dia 8 de junho na quadra municipal em Brejo do Piauí, em decorrência das comemoração dos 40 anos do Parque Nacional Serra da Capivara. Além disso, as atividades desenvolvidas pelo projeto foram divulgadas na Semana de História realizada na Universidade Estadual do Piauí (UESPI) e durante as atividades do congresso Jornadas da Caatinga, organizado pelo colegiado de Antropologia da UNIVASF .



Palavras-chave


Patrimônio cultural; Narrativas colaborativas; Arqueologia Pública.