Portal de Eventos da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), ​I Simpósio de Vigilância em Saúde e Segurança do Paciente do Vale do São Francisco ISBN: 978-85-92656-05-8

Tamanho da fonte: 
EQUIPE E O PROCESSO COMUNICAÇÃO EFETIVA: CONTRIBUIÇÕES PARA A SEGURANÇA DO PACIENTE
Thainara Kauanne Pacheco Almeida, Cicero Natan dos Santos Alves, Diego Rislei Ribeiro, Nathália Xavier Lima, Neiliane Maria Alencar

Última alteração: 2018-05-29

Resumo


Introdução: O trabalho em equipe em saúde é complexo e é considerado impulsionador de transformações, sendo a comunicação efetiva o ponto-chave, representa um constante desafio, e requer avaliação permanente. A segurança do paciente constitui um dos grandes desafios dos cuidados de saúde, atualmente, ter qualidade e resultados positivos no setor saúde é exigência na gestão de processos de trabalhos coletivos. Objetivo: Identificar as pesquisas produzidas acerca do processo de comunicação da equipe como fator contribuinte para a segurança do paciente. Metodologia: Trata-se de revisão integrativa da literatura, sendo incluídos somente artigos indexados na base de dados LILACS, MEDLINE e SCIELO. As palavras-chave foram “comunicação” e “equipe”. Como critérios de inclusão: artigos em português, no período de 2013 até 2017 e com texto completo disponível. Somando-se todas as bases de dados, foram encontrados 23 artigos. Resultados e discussão: Foram selecionados 6 artigos para a leitura na integra, que versavam sobre as relações de trabalho e comunicação eficiente e eficaz. A partir do reconhecimento da importância do processo de comunicação entre a equipe, favorece a troca e compartilhamento de informações, facilitando a possibilidade de proporcionar maior qualidade na assistência. A comunicação é importante para que se tenha boa relação e interação entre os profissionais de enfermagem, uma vez que integra o conjunto de instrumentos básicos do cuidado, constituindo-se em um de seus fundamentos. Conclusão: Existem poucos estudos abordando o processo de comunicação entre a equipe. Tem-se presenciado na prática diária dificuldades dos profissionais de saúde em desenvolver uma comunicação eficiente, repercutindo em um cuidado inseguro, sendo um fator contributivo para desfechos desfavoráveis.


Palavras-chave


Comunicação; Segurança do Paciente.

Texto completo: VEJA O PÔSTER