Portal de Eventos da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), IV Congrefor & IV Simpósio de Residências em Saúde - ISBN 978-85-60382-99-6

Tamanho da fonte: 
SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE: UMA VISÃO DA PRÁTICA
Michelle Christini Araújo Vieira, Cristiane Almeida Santos, Gabriela Garcia de Andrade, Kalliny Mirella Gonçalves Barbosa, Mateus Alencar Ferreira, Raí Barros Gomes, Sabrina da Costa Oliveira, Sávia Novaes Oliveira, Thiago Santos Viana do Nascimento

Última alteração: 2018-05-11

Resumo


Introdução: os artigos constitucionais 196 a 200 asseguram a saúde como direito de todos e dever do Estado e instituiu o SUS pela Lei n°8.080, tendo como premissas a promoção, proteção e recuperação da saúde, incluindo a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes (BRASIL, 1990). Há vinte sete anos sua consolidação perpassa por obstáculos como o subfinaciamento em todas as esferas governamentais, a burocratização do Estado, privatização da gestão pública e subvenção crescente dos recursos federais para mercado dos planos privados (SANTOS, 2012). Na perspectiva de compreender as premissas e os obstáculos, percebe-se a importância da participação popular e a formação de atores ativos e comprometidos com a defesa e efetiva consolidação do SUS. Problema: sensibilizar e nortear discentes de Enfermagem da Univasf quanto aos princípios do SUS, contrapondo teoria e prática com objetivo de compreender a articulação dos serviços de saúde na Atenção Primária. Participantes: discentes, orientadora e integrantes da equipe de saúde. Período de realização: julho a agosto de 2017. Abordagem: este projeto teve como objetivo o relato de experiência vivenciado por discentes a partir de atividades desenvolvidas em uma AME do município de Petrolina-PE, na perspectiva de compreender o território, sua vinculação com os serviços de saúde e os instrumentos para o diagnóstico sócio-sanitário adscrito naquela unidade, vinculados aos princípios do SUS. Resultados: no primeiro momento, nos foi apresentada toda equipe de saúde, a qual detalhou todas as atribuições dos seus componentes e seus vínculos com a comunidade. Observou-se que o aparelho disponível era bem estruturando, ofertando um serviço de qualidade para a comunidade adscrita. As problemáticas observadas relacionavam-se ao perfil populacional, o qual continha contrastes socioeconômicos bastantes díspares. Observou-se, também, a dificuldade de acesso aos usuários que viviam em condomínios, baixa participação popular nas decisões referentes a AME, áreas descobertas por ACS e um alto trânsito dos usuários nos bairro, flutuando constantemente a cobertura dos serviços. Em um terceiro momento foi desenvolvido pelos discentes e ACS uma territorialização e construção de um mapeamento de quatro microáreas com o objetivo de conhecer efetivamente a complexidade das comunidades e seu vinculo com o serviço de saúde (PESSOA et al, 2013). O quarto momento foi desenvolvido na unidade com a presença da equipe, onde os discentes apresentaram a construção do mapa de forma criativa, rica e lúdica, observado às peculiaridades da área. Discussão: através do projeto desenvolvido foi possível compreender a filosofia do SUS na baixa complexidade da Atenção Primária, inserida em um território e interligando as ações e serviços ofertados com os princípios dispostos na Lei 8.080/90. A efetivação e direito a serviços de qualidade estão previstas em lei, e só conjuntamente com a participação popular e profissionais formados e sensíveis para o fortalecimento do SUS é possível garantir este direito. Conclusão: o objetivo proposto foi alcançado, pois considerando a construção de conhecimento elaborado pelos discentes no entendimento das premissas e obstáculos vivenciados pelo SUS, ficou notório a sensibilização, compreensão e construção de vínculos dos mesmos com a consolidação e defesa do Sistema Único de Saúde.

Bibliografia:

BRASIL, 1990. Lei 8080 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Diário Oficial da União; 20 set.

PESSOA, Vanira Matos; RIGOTTO, Raquel Maria; CARNEIRO, Fernando Ferreira; TEIXEIRA, Ana Cláudia de Araújo. Sentidos e métodos de territorialização na atenção primária à saúde. Ciência & Saúde Coletiva, vol. 18, núm. 8, agosto, 2013, pp. 2253-2262

SANTOS, Nelson Rodrigues dos. SUS, política pública de Estado: seu desenvolvimento instituído e instituinte e a busca de saídas. Ciência & Saúde Coletiva, vol. 18, núm. 1, enero, 2013, pp. 273-280

 


Palavras-chave


Sistema Único de Saúde; Atenção Primária à Saúde; Saúde Pública; Enfermagem.